< Voltar à página de Impostos

Simulador de IRS: Quanto vai pagar ou receber em 2018?

É trabalhador (in)dependente ou pensionista? Temos um simulador de IRS para si.

A entrega do IRS de 2017 decorrerá nos meses de abril e maio de 2018. Mas pode ficar a saber – desde já – se vai pagar mais imposto ou receber reembolso. Antecipe-se à Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) e calcule o seu imposto com um simulador de IRS.

Este simulador de IRS vai ajudá-lo a calcular o imposto

No site da Associação Portuguesa de Famílias Numerosas (APFN) está disponível um simulador de IRS para os rendimentos de 2017, a declarar em 2018. Este simulador contempla os rendimentos das categorias A (trabalhado dependente), B (trabalho independente) e H (pensões).

Como utilizar o simulador de IRS, passo a passo:

Para fazer a simulação, antes, deve ter à mão os seguintes documentos:

  • Cartões de Cidadão de todos os elementos do agregado familiar;
  • Declarações entregues pelos empregadores com informação sobre os rendimentos, as retenções na fonte e as contribuições para a Segurança Social;
  • Senhas de acesso ao Portal das Finanças de todos os elementos do agregado familiar, para consultar as despesas dedutíveis.

Reunida toda a documentação, é hora de calcular o IRS. Preparado?

1. Aceder ao simulador

Na homepage do site da APFN, prima o botão “+ Poupança” e depois clique em “IRS”.

2. Escolher o tipo de tributação

Se for casado ou unido de facto e optar pela tributação conjunta, selecione “Casal”. Caso prefira a tributação separada, prima “Casal com tributação separada”. É solteiro, viúvo ou divorciado? Nesse caso, escolha “Não casado”.

3. Indicar a informação sobre os filhos

Refira o número de dependentes que tem a seu cargo com idades até três anos ou com mais de três anos. Saiba até quando o seu filho conta como dependente para o IRS. Assinale, também, o número de ascendentes que vivem em comunhão de habitação com o seu agregado familiar, desde que tenham um rendimento mensal até 295 euros.

4. Declarar os rendimentos

Introduza os rendimentos anuais recebidos e os respetivos valores anuais de retenção na fonte de IRS, para cada titular (sujeito passivo). Se recebeu pensão de alimentos, indique o valor recebido no campo respetivo.

5. Inscrever as despesas dedutíveis

Insira os valores das despesas dedutíveis no IRS. Para isso, aceda ao Portal das Finanças e entre na sua página pessoal “Consultar Despesas para Deduções à Coleta”. Se, além de si, o seu agregado familiar for composto por outros elementos (cônjuge, filhos, etc.) deve consultar a página de cada um.

Caso seja casado ou unido de facto e opte pela tributação conjunta, deve somar todas as despesas dos elementos do agregado familiar, por categoria, e inserir esses valores nos campos respetivos.

Se for tributado separadamente, deve inscrever apenas as suas despesas e metade das dos filhos (caso haja). O seu cônjuge ou unido de facto deve proceder da mesma forma. Esta é uma novidade no IRS de 2017. Até aqui, na tributação separada as despesas do agregado eram divididas pelos dois elementos do casal. Conheça as novas regras da entrega do IRS em 2018.

6. Assinalar o local de residência

Indique o distrito e concelho onde vive. Esta informação é essencial para o cálculo do benefício fiscal em sede de IRS atribuído pelos municípios. Saiba se o seu município lhe deu um desconto no IRS.

7. Obter os resultados

Após o preenchimento do simulador de IRS, clique no botão “Simular IRS”.

Simulações

Exemplo 1

Trabalho dependente, não casado, sem filhos
Rendimento bruto anual (categoria A)
21 000€
Retenção na fonte IRS
3 885€
Segurança Social
2 310€
Despesas gerais familiares
7 000€
Despesas de saúde
500€
Despesas de habitação (rendas)
4 800€
Despesas de Exigência de fatura
400€
Resultados da simulação:
Rendimento bruto global
21 000€
Deduções específicas
4 104€
Rendimento coletável
16 896 €
Coeficiente familiar
1
Rendimento para determinar a taxa
16 896€
Taxa de imposto
28,50%
Parcela a abater
992,74€
Coleta
3 822,62€
Deduções de despesas
1 057,04€
Deduções à coleta
1 057,04€
Benefício municipal
0€
Coleta líquida
2 765,58€
Retenção na fonte de IRS
3 885€
Imposto apurado sem sobretaxa (a receber)
1 119,42€
Sobretaxa anual
0€
Imposto apurado com sobretaxa (a receber)
1119,42€

Exemplo 2

Trabalho dependente, casal, dois titulares, 1 filho com mais de 3 anos
Titular 1Titular 2Dependente
Rendimento bruto anual (categoria A)
35 000€18 200€0€
Retenção na fonte IRS
9 100€2 857,4€0€
Despesas gerais familiares
11 000€7 000€0€
Despesas de saúde
225€125€200€
Despesas de educação
0€0€5 000€
Despesas de habitação (juros)
500€500€0€
Despesas de exigência de fatura
600€200€0€
Resultados da simulação:
Tributação conjuntaTributação separada
Titular 1 +
Titular 2
Titular 1Titular 2
Rendimento bruto global
53 200€35 000€18 200€
Deduções específicas
8 208€4 104€4 104€
Rendimento coletável
44 992€30 896€14 096€
Coeficiente conjugal
211
Rendimento para determinar a taxa
22 496€30 896€14 096€
Taxa de imposto
37%37%28,5%
Parcela a abater
2 714,93€2 714,93€992,74€
Coleta
11 217,18€8 716,59€3 024,62€
Deduções do agregado
600€300€300€
Deduções despesas
1 652,50€863,75€788,75€
Deduções à coleta
2 252,50€1 163,75€1 088,75€
Benefício municipal
0€0€0€
Coleta líquida
8 964,68€7 552,84€1 935,87€
Retenção na fonte de IRS
11 957€9 100€2 857€
Imposto apurado sem sobretaxa (a receber)
2 992,32€1 547,16€921,13€
Sobretaxa anual
244,76€196,30€0€
Imposto apurado com sobretaxa (a receber)
2 747,56€1 350,86€921,13€
Ler mais

Saiba mais sobre

Impostos , IRS , Simuladores

Comentários