10 recomendações da DGS para um Natal em família em segurança

Tem planos para passar o Natal em família? Conheça, neste artigo, as recomendações da Direção Geral de Saúde (DGS) para evitar contágios nesta quadra festiva.
Artigo atualizado a 15-12-2020

Para que o Natal seja celebrado em família com toda a segurança no que à Covid-19 diz respeito, o subdiretor-geral da Saúde, Rui Portugal, partilhou, na habitual conferência de imprensa sobre a situação epidemiológica no país, um conjunto de dez recomendações práticas que os portugueses devem considerar.

Regras para evitar contágios no Natal

  1. Cumprir todas as regras que estejam em vigor nesta quadra a nível do concelho, da região e do país, “em termos quer da mobilidade quer ainda relativo a restrições que eventualmente possam existir sobre aglomeração e ajuntamento de pessoas”.
  2. As pessoas que estejam doentes com sintomas ou em isolamento profilático “têm o dever, a obrigação e a solidariedade de estarem afastadas e isoladas de todas as outras. Como também têm o dever aqueles que estão próximos de lhes dar  todo o apoio de que necessitem, porque o afastamento físico não significa afastamento familiar ou social”.
  3. Reduzir os contactos antes e durante esta quadra festiva. “Em vez de estabelecermos os nossos contactos e sociabilizarmos com um número vasto de pessoas, vamos tentar reduzir esse número de pessoas substancialmente. Em vez do grupo normal de contactos de 10 ou 15 pessoas, passar a ter um grupo, durante esta temporada, para além dos coabitantes, de quatro ou cinco pessoas, reduzindo a probabilidade e o risco de ser contaminado ou contaminar outros”.
  4. Reduzir todo o tempo de exposição em todos os contactos durante a quadra natalícia. “Em vez de estarmos juntos três ou quatro ou cinco horas, vamos tentar estar juntos e presentes, mas num tempo mais limitado de duas ou três horas, ou de uma hora”. De preferência, utilizar os espaços exteriores.
  5. Reduzir os contactos em termos de núcleo familiar. “A família aqui conta como a família de coabitantes, aqueles que residem no mesmo espaço físico. Essa é a regra relativamente a considerar a família nesta época especial. Nesse sentido, quando pensamos na família mais nuclear e de coabitantes devemos reduzir o máximo que pudermos os contactos com os nossos familiares, mas que não são nossos coabitantes: irmãos, pais, sobrinhos e tios”.
  6. Limitar todas as celebrações e os contactos nesta quadra festiva ao agregado familiar com quem se coabita, tendo contacto com os outros membros , tanto quanto possível, “por meios digitais, computador ou telemóvel, por visitas rápidas no quintal de uns e de outros, no patamar das escadas do prédio de uns e de outros, com uma troca simbólica de uma compota que um fez ou de algo que seja aprazível no contacto humano e de proximidade, mas com distanciamento físico”.
  7. Manter distanciamento físico em todas as ocasiões, entre 1,5 metros e dois metros, mesmo que seja entre familiares, desde que não coabitantes, em especial na preparação das refeições. “As cozinhas nesta altura serão locais de alto risco, visto que são os grandes espaços de convívio entre pessoas e familiares”. E, obviamente, evitar de todo os cumprimentos tradicionais.
  8.  Arejar e desinfetar os espaços, mesmo os de maior volume. “Os espaços de maior volume são espaços de maior proteção, mas não significa que sejam espaços de eliminação de risco. Nessa perspetiva, acumulando com todas as outras questões, é mais uma forma de estarmos melhor protegidos”.
  9. Lavar e desinfetar as mãos frequentemente, utilizar a máscara de forma adequada, praticar a etiqueta respiratória e manter o distanciamento físico.
  10.   Em convívios com agregados familiares não coabitantes, evitar a partilha de objetos comuns, como talheres ou copos. Deve ainda fazer-se “uma utilização moderada e racional de tudo o que possam ser substâncias que possam trazer maiores afetividades”.

 

Conheça as medidas de combate à Covid-19 para o Natal

 

Ler mais

Este artigo foi útil?

Lamentamos saber. Deixe-nos a sua sugestão de como melhorar?(opcional)

Torne-se Associado

Saiba mais