< Voltar à página de Gestão Diária

Feriados: Veja como esticar os seus dias de férias em 2019

Já analisou o calendário de 2019, para rentabilizar a marcação dos seus dias de descanso? Neste artigo encontra as melhores propostas de distribuição dos dias úteis de férias a que tem direito, tendo em conta o posicionamento dos feriados e as pausas escolares.

Os feriados oferecem a possibilidade de, com o mesmo número de dias úteis de férias, por norma 22, aumentar o tempo de descanso e lazer. Em 2019, a disposição dos feriados proporciona três fins de semana longos, seis pontes, sete momentos de miniférias e cinco hipóteses de férias alargadas com recurso a um número reduzido de dias úteis de férias. Dos feriados existentes, três coincidem com o domingo e um com um sábado. Veja o que o calendário de 2019 lhe reserva em matéria de descanso.

Descanso e feriados

Janeiro

Dia 1: Ano Novo (terça-feira)

O primeiro dia de janeiro é feriado, como sempre. Em 2019, o Dia de Ano Novo calha a uma terça-feira, o que abre a porta à primeira ponte do ano: de 29 de dezembro de 2018 a 1 de janeiro de 2019. Isto, claro, se marcou o dia 31 de dezembro de 2018 de férias.

Outra possibilidade é gozar umas miniférias, de 29 de dezembro de 2018 a 6 de janeiro de 2019. Com apenas três dias úteis de férias (não contando com o dia 31 de dezembro de 2018) consegue nove dias de descanso. Mas atenção, este período inclui dois dias de aulas escolares. A pausa letiva do Natal termina a 2 de janeiro, de acordo com o calendário escolar 2018 – 2019.

Fevereiro

Em fevereiro não há feriados. Por isso, não existe a possibilidade de férias otimizadas, miniférias, pontes e fins de semana prolongados. Resta-lhe o consolo de ser o mês com menos dias do ano: 28, em 2019.

Março

Dia 5: Carnaval (terça-feira)

O Carnaval festeja-se a 5 de março, terça-feira, permitindo uma ponte, de 2 a 5 de março.

Se não tiver filhos a estudar – a pausa escolar do Carnaval acaba no dia 6 de março – pode optar por fazer umas miniférias, de 2 a 10 de março. Quatro dias úteis de férias dão origem a nove dias de descanso.

Antes de planear a sua pausa no trabalho assegure-se de que tem direito à terça-feira de Carnaval, pois é um feriado facultativo. No setor privado, este dia é considerado feriado se a contratação coletiva assim o definir. Já no Estado, o seu gozo depende da decisão do Governo. Mas, tradicionalmente, é dada tolerância de ponto aos funcionários públicos neste dia.

Abril

Dia 19: Sexta-feira Santa (sexta-feira)
Dia 21: Páscoa (domingo)

O mês de abril é pródigo em feriados: três, ao todo. Mas o período de pausa escolar da Páscoa (8 a 22 de abril) impede um melhor aproveitamento destes dias para as famílias que têm filhos em idade escolar. Os feriados de Sexta-feira Santa e de Domingo de Páscoa são celebrados a 19 e 21 de abril, respetivamente, oferecendo o habitual fim de semana alargado (o primeiro de 2019).

Dia 25: Dia da Liberdade (quinta-feira)

Avançando no mês, surge o dia 25 de abril, comemorado a uma quinta-feira, o que dá azo à segunda ponte do ano, de 25 a 28 abril.

Há também a hipótese de desfrutar de umas miniférias, de 19 a 28 de abril. Quatro dias úteis de férias transformam-se, assim, em dez dias de descanso e lazer.

Abril é ideal para usufruir de uma pausa do trabalho mais prolongada (19 de abril a 1 de maio) sem gastar muitos dias úteis de férias. Para aproveitar 13 dias seguidos de repouso e diversão só é necessário ‘utilizar’ seis dias úteis de férias.

Maio

Dia 1: Dia do Trabalhador (quarta-feira)

Maio tem apenas um feriado no ano que vem. O Dia do Trabalhador, 1 de maio, acontece a meio da semana, quarta-feira. A melhor opção é aproveitá-lo para aumentar as férias de abril (19 de abril a 1 de maio). Em alternativa, pode fazer uma escapadinha de cinco dias, de 1 a 5 de maio, se não tiver filhos na escola.

Junho

Dia 10: Dia de Portugal (segunda-feira)

Junho é um dos meses mais pretendidos para o descanso e o lazer por ser um mês em que abundam os feriados e que coincide com o fim do ano letivo (5, 14 e 21 de junho, consoante o ano de escolaridade). E em 2019 o posicionamento dos feriados oferece muitas possibilidades de rentabilizar as interrupções laborais. O 10 de junho – Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas – acontece a uma segunda-feira, permitindo um fim de semana longo, de 8 a 10 de junho.

Dia 13: Dia de Santo António (quinta-feira)

Segue-se o feriado de Santo António, 13 de junho, que chega a uma quinta-feira. Caso trabalhe em Lisboa, tem aqui a hipótese de fazer mais uma ponte, de 13 a 16 de junho. À semelhança da terça-feira de Carnaval, este feriado municipal é considerado facultativo.

Juntando os dois feriados (10 e 13 de junho), pode beneficiar de umas miniférias, de 8 a 16 de junho. Com apenas três dias úteis de férias obtém nove dias ininterruptos fora do escritório.

Dia 20: Corpo de Deus (quinta-feira)

O último feriado oficial de junho é o Corpo de Deus, que ocorre no dia 20, quinta-feira, abrindo a porta a uma nova ‘ponte’, de 20 a 23 de junho.

Dia 24: Dia de S. João (segunda-feira)

Se exerce a sua profissão no Porto, pode estender a ponte de 20 a 23 de junho, já que dia 24, segunda-feira, é feriado municipal (facultativo), dedicado ao santo popular S. João.

Costuma tirar férias neste mês? Em 2019, necessita apenas de marcar sete dias úteis de férias para conseguir 16 dias de descanso de uma assentada, de 8 a 23 de junho, contando com o feriado municipal de dia 13. Se trabalhar no Porto, tem de colocar mais um dia útil de férias para obter o mesmo número de dias seguidos de repouso, de 8 a 24 de junho.

Julho

Em julho não há possibilidade de otimizar os dias úteis de férias, tendo em conta que  não existem quaisquer feriados. Mas, para muitas famílias com filhos a estudar, é um dos meses possíveis para desfrutar de férias, a par de agosto e setembro.

Agosto

Dia 15: Assunção de Nossa Senhora (quinta-feira)

O feriado de Assunção de Nossa Senhora, 15 de agosto, calha a uma quinta-feira, o que permite fazer uma paragem no trabalho de quatro dias seguidos, de 15 a 18 de agosto, gastando apenas um dia útil de férias. Se quiser meter mais três dias úteis de férias, pode gozar umas miniférias de nove dias seguidos, de 10 a 18 de agosto. Tem de gozar as férias de verão em agosto? Para aproveitar o único feriado deste mês, pode optar por dois períodos: 3 a 18 de agosto ou 10 a 25 de agosto.

Setembro

Não há feriados.

Outubro

Dia 5: Implantação da República (sábado)

O único feriado em outubro, dia 5, em que se comemora a Implantação da República, calha a um sábado, pelo que não oferece quaisquer possibilidades de poupar dias úteis de férias.

Novembro

Dia 1: Dia de Todos os Santos (sexta-feira)

O mês começa da melhor forma, com um fim de semana prolongado, de 1 a 3 de novembro. O Dia de Todos os Santos, dia 1, celebra-se a uma sexta-feira.

Dezembro

Dia 1: Restauração da Independência (domingo)
Dia 8: Imaculada Conceição (domingo)

Dezembro um dos meses mais generosos em feriados, três, no total. No entanto, dois deles coincidem com o domingo: dia 1, Restauração da Independência, e dia 8, Imaculada Conceição.

Dia 25: Natal (quarta-feira)

O terceiro feriado de dezembro, dia 25, Natal, acontece a uma quarta-feira. Caso ainda disponha de alguns dias úteis de férias pode aproveitá-los para as últimas miniférias do ano, de 21 a 29 de dezembro.

Consulte o calendário completo de 2019 com propostas de marcação de férias

 

 

Ler mais

Saiba mais sobre

Família , Férias

0

Comentários

Comentários

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.