Conheça a nova app IRS 2016

Costuma tratar do IRS através do seu computador? No imposto a entregar em 2017, relativo aos rendimentos de 2016, também pode utilizar o seu smartphone ou tablet.

A app IRS 2016 – oficial das Finanças – permite entregar e consultar a declaração de rendimentos. Contudo, nem todos os contribuintes podem usufruir de ambas as funcionalidades. Saiba como é que a nova app o pode ajudar.

App IRS 2016

Funcionalidades:

  • Entregar

No ano de estreia, esta funcionalidade só está disponível para os contribuintes abrangidos pela declaração automática de rendimentos (IRS Automático). Incluem-se neste grupo os contribuintes com situações fiscais mais simples: residentes em Portugal que apenas tenham obtido rendimentos de trabalho dependente e pensões no nosso país, sem dependentes, nem direito a deduções de ascendentes que vivam em comunhão de habitação.

Através da app IRS 2016, os contribuintes podem confirmar a informação preenchida automaticamente pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) na declaração de rendimentos, como a composição do agregado familiar, os rendimentos, as despesas para dedução à coleta e a pré-liquidação (valor a receber ou pagar). Tal como no computador, nos dispositivos móveis os casados ou unidos de facto podem escolher entre duas declarações: uma com a tributação conjunta, outra com a tributação separada. Se tudo estiver correto, é só entregar a declaração.

Nota: Recorde-se que, a partir de 2017, o prazo para a entrega do IRS passou a ser igual para todos os contribuintes: entre 1 de abril e 31 de maio.

  • Consultar

Após a entrega da declaração, todos os contribuintes podem utilizar a app IRS 2016 para consultar o seu estado. É possível ver em que fase se encontra o processo e o montante do reembolso ou imposto a pagar. A aplicação revela ainda o número da declaração e se esta foi ou não entregue dentro do prazo, entre outras informações.

Como obter:

A app IRS 2016 é gratuita e está disponível para os sistemas operativos Android e iOS. Pode ser descarregada, respetivamente, na Play Store do Google e na App Store da Apple.

Ler mais

Saiba mais sobre

Impostos , IRS

0

Comentários

Comentários

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.