< Voltar à página de Proteção

10 fatores para escolher o melhor seguro de saúde

Escolher um seguro está longe de ser uma “ciência exata”. Tome nota de alguns aspetos a ter em conta na hora de selecionar a sua apólice de seguro.
Melhor seguro de saúde: 10 fatores a ter em conta para decidir

As listas de espera e as crescentes limitações do Serviço Nacional de Saúde (SNS) continuam a estimular a procura de seguros de saúde. Saiba como escolher o melhor seguro de saúde para si.

Cerca de 25% dos portugueses, com idade igual ou superior a 15 anos, já possuem ou beneficiam de um seguro de saúde. Atualmente, os planos de saúde funcionam como um complemento ou até substituto do SNS.

Como escolher o melhor seguro de saúde?

1. Vantagens do seguro de saúde face ao SNS

  • Os tempos de espera no SNS são longos, por defeito
  • Pode escolher o prestador (médico, unidade hospitalar, entre outros) que mais lhe convém
  • Taxas moderadoras elevadas
  • Comparticipação dos medicamentos limitada

2. Desvantagens face ao SNS

  • Os prémios podem, em alguns casos, atingir valores elevados
  • Períodos de carência
  • Doenças pré-existentes e exclusões
  • Restrições associadas à idade
  • Pode estar limitado a uma rede de prestadores
  • Restrição às coberturas escolhidas

Existem diversos tipos de seguros de saúde. Além de planos mais genéricos, são comercializados produtos específicos como, por exemplo, os de estomatologia. Quanto mais coberturas e capital assegurado, maior será, tendencialmente, o prémio cobrado.

Cartão Montepio Saúde

Os associados do Montepio tem à sua disposição o Cartão Montepio Saúde. Uma resposta gratuita e de utilização imediata que permite beneficiar de uma solução de saúde sem limite de idade ou utilização e sem período de carência ou exclusão por doenças pré-existentes. Saiba mais sobre o Cartão Montepio Saúde e como pedir o seu.

3. Coberturas

As coberturas (ou garantias) são o conjunto de situações que determinam a prestação dos serviços do segurador ao abrigo do contrato. As principais coberturas de um seguro de saúde incluem: hospitalização, pequena cirurgia em ambiente hospitalar, ambulatório, consultas em consultório ou ao domicílio, serviços de atendimento permanente, exames auxiliares de diagnóstico, tratamentos, medicamentos, parto, doenças graves, segunda opinião médica, estomatologia, extensão de coberturas no estrangeiro. Identifique as coberturas que pretende contratualizar.

4. Exclusões

Tenha em atenção as exclusões, que incluem, geralmente, doenças pré-existentes, alcoolismo, doenças infecto-contagiosas quando em situação de epidemia, interrupção voluntária da gravidez, tratamentos relacionados com o vírus de imunodeficiência humana (HIV) e com hepatite (exceto hepatite A), entre outras.

5. Comparar atentamente

No processo de escolha do melhor seguro de saúde para si, procure junto das várias seguradoras os produtos que mais se adequam às suas necessidades. É importante verificar dados como:

  • Agregado familiar: ao incluir várias pessoas do seu agregado familiar na mesma apólice beneficia de desconto.
  • Franquias incluídas: a parte do valor da despesa que fica a cargo do tomador do seguro ou segurado.
  • Limite de idade de subscrição: idade até à qual é permitido subscrever o seguro.
  • Idade limite de permanência: idade até à qual poderá manter o seguro ativo.
  • Período de carência: intervalo de tempo durante o qual as coberturas não podem ser ativadas.
  • Capitais seguros: valores máximos a disponibilizar, por cobertura, pelo segurador, por ano ou sinistro.
  • Limites de indemnização: por exemplo, uma franquia por consulta médica de 10% e um limite de indemnização por consulta de 50 euros. Quer isto dizer que a seguradora paga até 10% de uma consulta no valor de 50 euros e o restante fica a cargo do tomador, se o preço da consulta for mais elevado.
  • Valores das comparticipações (valores reembolsados pelo segurador) dentro e fora da rede convencionada de prestadores.

Utilize a tabela do Ei para comparar as apólices de seguros.

6. Rede convencionada

A rede de prestadores de serviços convencionada abrange médicos ou entidades que têm acordos com determinada companhia de seguros. As redes Multicare, Medis, AdvanceCare ou Medicare são alguns exemplos. Quando a pessoa segura utiliza os serviços dentro da rede convencionada só paga a franquia/copagamento, ficando o restante a cargo da seguradora.

Sabia que...

Os prémios de seguro que cobrem riscos de saúde podem ser parcialmente deduzidos à coleta no IRS?

Para ter a certeza de que poderá beneficiar do seu seguro de saúde junto do seu médico ou da clínica mais próxima de sua casa, verifique em que rede estão incluídos. Alguns seguros de saúde permitem utilizar prestadores fora da rede. Também podem existir seguros que não têm acordo com qualquer rede, funcionando em sistema de reembolso dos atos médicos.

7. Prémios

O prémio é o preço a pagar pelo seguro. Trata-se do valor total, incluindo taxas e impostos, que o tomador do seguro deve pagar ao segurador. Algumas seguradoras podem cobrar custos adicionais nas modalidades de pagamento mensal, trimestral e semestral. Se os planos forem em tudo semelhantes, o prémio poderá ser o fator de distinção e definir qual o melhor seguro de saúde para si.

8. Apólices

Antes de fechar contrato com qualquer seguradora, leia atentamente a apólice de seguro. Trata-se do documento onde estão incluídas as condições do contrato de seguro.

9. Sinistro

O sinistro é o nome do evento ou situação que ativa as garantias do contrato de um seguro, permitindo a prestação dos serviços ao abrigo do contrato do seguro. São exemplo de sinistro uma hospitalização médica, cirurgia ou parto, além de uma situação de doença ou acidente.

10. Onde subscrever

Pode comprar um seguro diretamente numa seguradora, num mediador ou ao balcão de um banco.

Ler mais

Mais sobre

Saúde , Seguros

Este artigo foi útil?

Lamentamos saber. Deixe-nos a sua sugestão de como melhorar?

Torne-se Associado

Saiba mais