Provas e exames do ano letivo 2020-2021: conheça as novas regras destas avaliações

Existem novas orientações do Ministério da Educação sobre as provas de aferição, as provas finais de ciclo e os exames nacionais.
Artigo atualizado a 16-04-2021
Calendário do ano letivo de 2020-2021 das provas de aferição, das provas finais de ciclo e dos exames finais nacionais.

Em comunicado, o Ministério da Educação informa que “em face da retoma de atividades em regime não presencial e visando contribuir para um quadro de justiça e equidade, foi necessário, à semelhança do que já se verificou no ano letivo 2019-2020, proceder à aprovação de um conjunto de medidas excecionais e temporárias de resposta à pandemia da Covid-19 no âmbito dos ensinos básico e secundário, para o ano letivo de 2020-2021, quanto à avaliação e certificação das aprendizagens”.

Provas de aferição e provas finais de ciclo

Entre as medidas aprovadas está o cancelamento das provas de aferição dos 2.º, 5.º e 8.º anos e das provas finais de ciclo do 9.º ano. 

Exames finais nacionais

A tutela decidiu ainda que os exames finais nacionais dos 11.º e 12.º anos só serão realizados pelos alunos que pretendem ingressar no ensino superior. Estes alunos inscrevem-se e realizam apenas as provas de ingresso que pretendem. Os restantes terminam o ensino secundário com a classificação interna, isto é, não fazem exames para conclusão e certificação.

11.º ano

1.ª fase

11.º ano (1.ª fase)
DisciplinaData
Espanhol, Geometria Descritiva A5 de julho de 2021
Filosofia, Francês6 de julho de 2021
História, História da Cultura e das Artes7 de julho de 2021
Físico- Química, Latin8 de julho de 2021
Economia A, Alemão9 de julho de 2021
Inglês12 de julho de 2021
Matemática B, Matemática Aplicada
às Ciências Sociais
13 de julho de 2021
Mandarim14 de julho de 2021
Biologia e Geologia, Literatura Portuguesa15 de julho de 2021
Geografia A16 de julho de 2021

2.ª fase

11.º ano (2.ª fase)
DisciplinaData
Físico-Química A, Literatura Portuguesa, Economia A, Latim A1 de setembro de 2021
História da Cultura e das Artes, Geografia A 2 de setembro de 2021
Matemática B, Matemática Aplicada às Ciências Sociais6 de setembro de 2021
História B, Geometria Descritiva A, Desenho A, Biologia e Geologia3 de setembro de 2021
Inglês, Alemão, Espanhol,Francês, Mandarim7 de setembro de 2021

12.º ano

1.ª fase

12.º ano (1.ª fase)
Português, Português Língua Segunda, Português Língua Não Materna2 de julho de 2021
História A7 de julho de 2021
Matemática A13 de julho de 2021
Desenho A14 de julho de 2021

2.ª fase

12.º ano (2.ª fase)
Português, Português Língua Segunda, Português Língua Não Materna2 de setembro de 2021
Matemática A, Filosofia6 de setembro de 2021
História A3 de setembro de 2021

Ensino profissional e artístico

No caso do ensino profissional e artístico, o Ministério da Educação admite a realização de provas de aptidão profissional e artística à distância, em caso de necessidade, e a prática simulada.

As novas regras surgem um mês depois de o Ministério da Educação ter anunciado o cancelamento de apenas duas provas de aferição (Educação Física e Expressão Artística), mantendo as restantes, e ajustes nas datas das avaliações externas, devido à pausa letiva extraordinária realizada entre 22 de janeiro e 5 de fevereiro para conter a Covid-19.

Para que servem as avaliações externas?

As provas de aferição têm como objetivo a devolução de informação às escolas, bem como aos professores, alunos e encarregados de educação, sobre as aprendizagens efetuadas pelos alunos, de modo a permitir uma intervenção pedagógica atempada dirigida às dificuldades identificadas para cada aluno. Estas avaliações não têm qualquer influência na classificação final.

Já as provas finais de ciclo, realizadas às disciplinas de Português e de Matemática, visam avaliar o desempenho dos alunos no final do ensino básico e certificar a conclusão deste nível de ensino. Contribuem com um peso de 30% para a classificação final.

Os exames finais nacionais são as avaliações mais importantes da escolaridade obrigatória. Têm várias finalidades, nomeadamente avaliar o desempenho dos alunos nos últimos anos do ensino secundário e servir como prova de ingresso ao ensino superior.

Ler mais

Este artigo foi útil?

Lamentamos saber. Deixe-nos a sua sugestão de como melhorar?(opcional)

Modalidade Poupança Complementar Jovem

Esta poupança cresce com os mais novos. Seja para preparar a etapa da universidade, investir em formação, na primeira casa ou no primeiro automóvel, a modalidade mutualista Poupança Complementar Jovem é uma solução que permite constituir uma poupança para as suas crianças com um esforço mensal reduzido e com total flexibilidade.

Subscreva esta modalidade de poupança e receba:

  • Bilhete duplo para o Montepio às Vezes o Amor 2021
  • Bilhete familiar (4 entradas) para o Musical “Heidi” – TIL (Teatro Infantil de Lisboa)
  • Lancheira Pelicas
  • Livro LEYA: O rapaz do pijama às riscas (John Boyne), Um crime no Expresso do Oriente (Agatha Christie) ou O mistério do comboio azul (Agatha Christie)
  • Assinatura por 90 dias serviço streaming OPTO
  • Vale 50€ de desconto na Bestravel (viagem de valor igual ou superior a 600€)

Razões para começar agora

Pode começar a poupar de forma simples

  • Poupar é mais fácil se começar por pequenos passos. Pode subscrever a partir de 100€

Sem comissões de subscrição

  • Não é cobrada qualquer comissão de subscrição quando subscreve o Poupança Complementar Jovem

Flexibilidade no momento do reembolso

  • Se necessitar, aceda ao seu dinheiro a qualquer momento ainda que sujeito a eventuais penalizações sobre o rendimento

×

Oferta da joia de admissão, no valor de 9€, para crianças até aos 10 anos

Ser Associado

O que precisa de saber

Idade de subscrição: Até aos 17 anos (inclusive) Prazo: Sem prazo. Eventuais penalizações no rendimento acumulado de entregas reembolsadas com cinco ou menos anos de antiguidade Valorização anual: Rendimento mínimo acrescido do eventual rendimento complementar aprovado em Assembleia Geral de associados

Interessado? Saiba como começar a poupar

Para subscrever esta modalidade basta:

  • Ser Associado (caso ainda não seja poderá tornar-se de forma simples e rápida) e manter ativo o seu vínculo associativo
  • Definir o montante da entrega mínima inicial, entre 100€ e 500 000€

Como reforçar a sua poupança

Entregas programadas/periódicas:

  • Mensais: 10,00 €
  • Trimestrais: 25,00 €
  • Semestrais: 50,00 €
  • Anuais: 100,00 €
  • Entregas adicionais livres: a partir de 20,00€

Benefícios

  • Acesso direto ao Clube Pelicas e a um mundo de iniciativas e descontos (para associados até aos 10 anos de idade, inclusive)
  • Pode reembolsar entregas com mais de 5 anos de antiguidade sem qualquer penalização no rendimento e no caso do reembolso de entregas com 5 ou menos anos de antiguidade, desde que o respetivo motivo se enquadre nos fins de exceção previstos
  • Capitalização do rendimento gerado, creditado na poupança, e tributado apenas aquando do seu reembolso, podendo vir a beneficiar de tributação apenas sobre parte do rendimento auferido, no caso de reembolso de entregas com antiguidade superior a 5 anos.

Reembolsos

Podem ser efetuados reembolsos em qualquer altura. No momento do reembolso o Associado tem direito ao capital acumulado (capital entregue e respetivo rendimento, deduzido de eventuais reembolsos e penalizações).

A segurança do Mutualismo

As suas contribuições estão em boas mãos com a Associação Mutualista Montepio. Todos os capitais, pensões ou rendas a pagar pela Associação estão garantidos pelo seu ativo. Com 180 anos de experiência na gestão das poupanças, bem como de coberturas por morte, invalidez e longevidade dos portugueses, mais de meio milhão de associados Montepio fazem desta Associação uma referência no setor mutualista e da economia social.

A Associação Mutualista Montepio adverte que esta modalidade mutualista não é um depósito bancário, não se encontrando abrangida pelo Fundo de Garantia de Depósitos, nem um seguro ou fundo de investimento ou PPR.

Ler mais

Torne-se Associado

Saiba mais
Mais produtos para si

Poupança Expresso Net

  • Poupança a 3 anos, com TANB média de 0,175%*
  • Subscrição através de Referência Multibanco
  • Valorização garantida das suas poupanças
  • Possibilidade de começar a poupar a partir de 250€
Saiba mais

Poupança+ Net

  • Poupança a 6 anos, com TANB no 1.º ano de 0,45% 
  • Subscrição através de Referência Multibanco
  • Valorização garantida das suas poupanças
  • Possibilidade de começar a poupar a partir de 250€
Saiba mais