Consultas online: 8 vantagens para a sua saúde (e não só)

As consultas online são cada vez mais comuns e, embora não substituam totalmente as consultas presenciais tradicionais, podem ser benéficas em muitas situações. Saiba quais.
Artigo atualizado a 05-01-2021

O receio da pandemia da Covid-19 no país e no mundo levou a uma redução da procura por consultas presenciais, obrigando as instituições de saúde a encontrar alternativas. As consultas online, já antes disponibilizadas, observaram um crescimento ímpar, assumindo-se como alternativa face à necessidade de distanciamento e isolamento social. Mas tudo indica que esta é uma tendência que veio para ficar, perante as vantagens demonstradas. Neste artigo,  apresentamos-lhe oito benefícios das consultas online para a sua saúde (e não só).

1. Mais cómoda e rápida

Não pode faltar ao trabalho ou precisa de ficar a tomar conta dos filhos? Com as consultas online, estes e outros fatores deixam de ser um entrave, já que a consulta pode ser realizada a partir de casa, do local de trabalho ou, até, em viagem. Só é preciso ter acesso à tecnologia necessária – telefone ou computador – e que doente e médico estejam disponíveis no horário acordado, de forma a poderem interagir.  Ao contrário do que acontece numa consulta presencial, não precisa de se deslocar, estacionar ou aguardar a sua vez. Basta receber a chamada à hora combinada, sem ter de sair do conforto da sua casa, cama ou sofá.

2. Poupa tempo e dinheiro em deslocações

Como não tem de se deslocar, com as consultas online irá poupar em combustível e estacionamento ou, se for o caso, no preço dos transportes públicos, o que permite que a consulta fique mais económica do que uma consulta tradicional. Poupa também o tempo necessário para as deslocações e para aguardar pela consulta numa sala de espera, o que significa que fica com mais tempo livre para fazer outras coisas, seja trabalhar, estar com os seus filhos ou ir ao ginásio, por exemplo. Como diz a velha máxima, “tempo é dinheiro”, por isso poupa a dobrar.

3. Acessível a pessoas vulneráveis e em zonas remotas

Numa consulta online, a localização física de doente e médico é indiferente, basta existir uma ligação de internet com qualidade, um computador ou smartphone operacionais e disponibilidade para a consulta à hora marcada. Isto significa que é possível ter uma consulta com um especialista que trabalha longe da sua área de residência. Significa também que este tipo de consultas está acessível a quem vive em regiões geográficas remotas ou em zonas de fraco acesso ao sistema de saúde. Além disso, pessoas acamadas, com mobilidade reduzida ou comorbilidade, podem, assim, ter um acesso facilitado à supervisão médica e beneficiar de diagnóstico e tratamento que, de outra forma, seriam mais difíceis.

4. Menor risco de contaminação

As consultas online são particularmente importantes para proteger pessoas vulneráveis e de grupos de risco, mantendo-as em casa sem deixar de assegurar a continuidade dos cuidados médicos de que necessitam. Por serem locais com grande afluência de doentes, as salas de espera de clínicas e hospitais representam risco de contaminação com doenças infecciosas. Ao marcar uma consulta online, este risco é evitado, algo particularmente importante em tempos de pandemia Covid-19, para preservar a saúde de doentes e profissionais de saúde. 

5. Marcação mais célere

O tempo de espera por uma consulta online tende a ser menor face ao de uma consulta tradicional. Por outro lado, a própria marcação é normalmente mais fácil, com alguns hospitais e clínicas a disponibilizarem a marcação online.

6. Avaliação contextualizada

As consultas online permitem ao médico observar o doente no seu ambiente doméstico o que, em algumas situações, pode ser vantajoso ao dar pistas importantes para o diagnóstico e/ou tratamento. Por exemplo, um alergologista poderá conseguir identificar fatores que provocam alergias, enquanto um neurologista ou terapeuta ocupacional poderão avaliar a capacidade de o doente se orientar em casa e cuidar de si. Também na área da saúde mental esta possibilidade pode ser uma vantagem, sempre que o doente se sinta seguro em casa, de forma a estabelecer-se um ambiente de confiança em que possa falar à vontade com o médico.

7. Facilidade de contacto com familiares

As consultas online podem ser uma solução para casos em que é importante contactar um familiar do doente, de forma a pedir informações ou dar algum tipo de apoio. Uma vez que o familiar pode morar numa zona distante ou não ter disponibilidade para se deslocar ao consultório, o contacto remoto pode tornar possível a sua participação, de forma a esclarecer dúvidas, colocar questões ao médico ou tomar nota das suas recomendações. Deste modo o doente pode sentir-se apoiado apesar da distância física do familiar.

8. Acesso mais rápido a medicação

O recurso à consulta online pode facilitar o acesso a medicação, em particular quando se trata de renovar uma prescrição habitual para gerir uma doença crónica. Nestes casos em que já existe uma relação entre médico e doente e um bom conhecimento da situação clínica, a telemedicina pode ser uma solução de recurso, ao simplificar o acesso às receitas médicas, que podem ser enviadas via email ou sms. Com a receita eletrónica, o doente pode facilmente deslocar-se à farmácia ou, até, solicitar o serviço de entrega de medicamentos ao domicílio, sem que tenha de sair de casa.

Sabia que existem cada vez mais seguros de saúde cuja cobertura abrange as consultas online?

É o caso do Seguro Montepio Saúde, que inclui a oferta de duas videoconsultas e as restantes a 15 euros cada. Exclusivo para associados com Cartão Montepio Saúde ativo, este seguro disponibiliza esta cobertura nos seus três módulos: Base, Vital e Plus. Sem limite de permanência para adesões até aos 60 anos e com uma permanência até aos 80 anos para os associados que o subscrevam entre os 61 e os 65 anos, permite um benefício até 20% de desconto para os associados Montepio.

Ler mais

Este artigo foi útil?

Lamentamos saber. Deixe-nos a sua sugestão de como melhorar?(opcional)

Torne-se Associado

Saiba mais