< Voltar à página de Gestão diária

Cartões de saúde: O que são e como utilizá-los

Se está a pensar subscrever um cartão de saúde, é importante conhecer bem as suas características.
Cartões de saúde

Os cartões de saúde são cartões que dão acesso a cuidados de saúde a preços convencionados e, por isso, diferenciados face aos valores das tabelas privadas. Podem ser utilizados por qualquer pessoa, não têm limite de idade ou restrição por doenças preexistentes, e são, na sua generalidade, mais económicos do que os seguros de saúde.

No entanto, podem ser menos abrangentes do que os seguros de saúde. Se tem dúvidas, preparámos um guia sobre cartões de saúde que vai ajudá-lo a tomar uma decisão. 

O que são os cartões de saúde?

São cartões que dão acesso a cuidados de saúde, como sejam consultas, exames e tratamentos, com descontos. Para poder usufruir destes preços mais competitivos, os cuidados têm de ser prestados por entidades que pertençam à rede de prestadores, específica de cada cartão de saúde. 

O Cartão Montepio Saúde

É totalmente gratuito e exclusivo para Associados.

Quanto custam?

A generalidade destes cartões tem um custo anual, que pode ser fracionado por mês, trimestre ou semestre. Por regra, é inferior ao preço de um seguro de saúde.

Um cartão de saúde é o mesmo que um seguro de saúde?

Não, os cartões de saúde não são seguros de saúde. Existem algumas diferenças entre os dois produtos, das quais se destacam:

  • A entidade emissora dos cartões de saúde pode não ser uma seguradora, contudo os seguros de saúde têm de ser emitidos e comercializados por uma seguradora;
  • A anuidade dos cartões de saúde é mais barata do que a dos seguros de saúde;
  • Os cartões de saúde estão acessíveis à generalidade das pessoas, sem restrições de idade e sem exclusões por doenças previamente diagnosticadas. O mesmo não se aplica aos seguros.
  • A utilização dos cartões de saúde é imediata, não tendo período de carência. Os seguros de saúde, por regra, têm período de carência. Algumas coberturas, como, por exemplo, de parto, têm períodos de carência que podem ser de 12 meses;
  • A responsabilidade do pagamento das despesas fica inteiramente a cargo da pessoa que detém o cartão de saúde. No caso dos seguros de saúde, por regra, a seguradora assume parte das despesas relacionadas com a prestação de cuidados de saúde. Tudo depende da modalidade de seguro escolhida;
  • Os cartões de saúde garantem descontos em cuidados de saúde numa rede de prestadores convencionada e o desconto é refletido no momento do ato clínico. Os seguros de saúde podem ter diferentes modalidades: pagamento de valores convencionados (semelhante aos cartões de saúde), sistema de reembolso e sistema misto;

Quem deve ter um cartão de saúde?

  • Quem desejar recorrer a prestadores de saúde do sistema privado, usufruindo de valores reduzidos, sem ter que pagar os custos dos seguros;
  • Pessoas de idades mais avançadas, uma vez que a generalidade dos seguros tem como idade limite de adesão entre os 60 e 65 anos de idade;
  • Portadores de doenças pré-diagnosticadas, excluídos no acesso a seguros;
  • Pessoas que pretendem realizar atos clínicos sem ter de aguardar pelo fim do período de carência. 

Como aderir a um cartão de saúde?

Para aderir a um cartão de saúde é necessário celebrar um contrato com a entidade que o emite ou comercializa. Nesse contrato estão estabelecidas as condições de acesso aos cuidados de saúde convencionados. Conheça as vantagens de ter um cartão de saúde.

Quais os cuidados de saúde abrangidos pelos cartões de saúde? 

Depende do plano de saúde associado ao cartão. No entanto, habitualmente estão abrangidos:

  • Consultas de medicina geral ou de especialidade na rede de prestadores do plano de saúde em causa;
  • Assistência médica ou enfermagem ao domicílio;
  • Exames e tratamentos;

Como saber onde posso ter descontos com o cartão de saúde?

Dependendo do cartão de saúde em causa, existe uma rede de prestadores aderentes ao plano, que pode ter abrangência nacional ou regional.

É importante ressalvar que, para beneficiar dos descontos, deverá, antes de marcar o ato clínico, informar-se sobre os prestadores que têm acordo com o plano de saúde que subscreveu.

Que cuidados ter antes de aderir a um cartão de saúde:

  • Informar-se corretamente sobre as condições de utilização do cartão;
  • Saber que clínicas, médicos e hospitais pertencem à rede de prestadores e se há acordos na zona em que reside;
  • Conhecer os serviços e cuidados de saúde contratados e os que são excluídos;
  • Conhecer os direitos e deveres decorrentes do contrato;
  • Ler atentamente a minuta do contrato e esclarecer todas as dúvidas. Não assinar sem confirmar que o mesmo reflete o que foi negociado com a entidade que comercializa o cartão.

Conheça o Cartão Montepio Saúde:

O Cartão Montepio Saúde é totalmente gratuito para associados Montepio e dá-lhe acesso a uma vasta rede de prestadores na área da Saúde e Bem-Estar e a uma diversidade de atos clínicos em prestadores de referência nacional. Apresenta como principais características:

  • É totalmente gratuito para associados Montepio;
  • Acesso a consultas, exames clínicos, serviço de médico ao domicílio. Inclui também descontos em internamento e cirurgias, partos, centros óticos, consultas de psicologia, nutrição e serviços na área do bem-estar, como osteopatia, acupunctura, shiatsu ou podologia;
  • Não tem limites por idade ou por doenças preexistentes;
  • Dá-lhe acesso a uma rede alargada de hospitais, clínicas, consultórios, farmácias, entre outros, em todas as regiões do país;
  • Inclui uma vasta rede de prestadores, entre os quais a CUF, o Grupo HPA Saúde e a União das Misericórdias.

Sabia que…

Para ter acesso a um Cartão Montepio Saúde basta ser Associado Montepio? Por apenas 2€/mensais (valor da quota associativa), acede a um conjunto de vantagens e descontos, nas mais diversas áreas, entre as quais a da Saúde e Bem-Estar?

Saiba mais aqui.

Ler mais

Saiba mais sobre

Poupança , Saúde

Torne-se Associado

Saiba mais