< Voltar à página de Poupança

6 ideias para conseguir poupar semanalmente

Pequenas mudanças no seu dia a dia, podem fazer a diferença nas suas poupanças. Veja algumas estratégias que pode adotar para chegar ao fim do mês com mais dinheiro.

Poupar dinheiro é, em muitos casos, uma questão de hábito. No entanto, algumas pessoas têm dificuldade em travar momentos de consumo na sua rotina diária. Se é o seu caso, deixamos algumas estratégias simples para incorporar esta máxima no dia a dia e conseguir poupar semanalmente. No final, lançamos o desafio das 52 semanas de poupança. Curioso?

Estratégias para poupar semanalmente

1. Defina um montante para a semana

Estabelecer um limite máximo para gastar durante a semana é uma dica simples, mas eficaz, para controlar os gastos do dia a dia.  Aqui não estão incluídas as despesas de supermercado ou as contas fixas mensais, apenas os pequenos gastos rotineiros, supérfluos e que facilmente podem ser cortados. Divida esse montante pelos sete dias da semana e obtém o valor que pode gastar todos os dias.

2. Opte pelo dinheiro em vez do cartão

Em vez de utilizar o cartão de débito ou crédito para fazer pagamentos ou levantar dinheiro quando precisa, opte por levantar a quantia semanal previamente definida. Este truque vai torná-lo mais consciente do dinheiro que gasta e fazê-lo refletir sobre a real necessidade de fazer determinada compra. A razão é simples: é mais difícil entregar o dinheiro para outra pessoa e vê-lo “desaparecer” em tempo real, do que passar com o cartão de débito na máquina, pois não vê a conta bancária a decrescer.

3. Pagou com notas? Guarde o troco

Conseguiu introduzir a prática de utilizar dinheiro no dia a dia? O próximo passo é guardar o troco quando paga. Ou seja, imagine que gastou três euros do seu orçamento diário numa pastelaria e pagou com uma nota de cinco euros.  Em vez de guardar os dois euros que recebeu de troco na carteira, para serem gastos posteriormente, opte por colocá-los num frasco. Se o fizer todos os dias, no final do mês terá conseguido juntar uma quantia quase sem fazer esforço. Uma sugestão: canalize essa quantia para reforçar o seu produto de poupança e assim rentabilizar o dinheiro.

4. Planeie as refeições semanais

Trata-se de estabelecer um orçamento para as compras de supermercado. Guarde um dia da sua semana, de preferência sábado ou domingo, para fazer o planeamento semanal das refeições. O primeiro passo é saber todos os ingredientes que tem no frigorífico e na despensa e, assim, evitar o desperdício alimentar. De seguida, pesquise receitas novas com os ingredientes que tem, faça o plano de refeições para a semana e a lista do supermercado. Esta organização vai permitir poupar dinheiro nas compras para a casa, mas também nos almoços, pois pode sempre cozinhar em quantidade, para que toda a família possa levar no outro dia para a escola e para o trabalho.

5. Defina um dia por semana para ir ao supermercado

Se já sabe que refeições vai fazer durante a semana e que ingredientes tem de comprar, é mais fácil organizar-se antes de ir ao supermercado. Faça uma lista com tudo o que falta em casa e compre tudo o que necessita de uma só vez. Várias idas ao supermercado aumentam a probabilidade de comprar algo que não precisa.

6. Desafio das 52 semanas: Poupe 1 378 euros num ano

Há um desafio que tem posto pessoas de todo o mundo a poupar, mesmo aquelas que dizem não conseguir fazê-lo. Trata-se do desafio das 52 semanas, que em Portugal tem sido amplamente divulgado por Bárbara Barroso, bloguer especialista em finanças pessoais.

O motivo deste sucesso? O desafio define uma estratégia e um método simples de executar, que ajuda as pessoas a alcançarem os seus objetivos financeiros.

Para levar este desafio a bom porto deve colocar, todas as semanas, algum dinheiro num pote transparente. Na primeira semana, comece por colocar um euro. Na segunda, aumente esta quantia para dois euros e, na terceira, três euros. Continue assim sucessivamente até 52ª semana, em que poupa 52 euros. Feitas as contas, ao final do ano terá conseguido amealhar 1 378 euros.

Ler mais

Saiba mais sobre

Orçamento familiar , Poupança

Torne-se Associado

Saiba mais