< Voltar à página de Poupança

Teletrabalho: 7 despesas mensais em que pode poupar

Encontra-se em regime de teletrabalho? Há vários gastos mensais nos quais pode poupar: da alimentação aos transportes, da educação dos seus filhos ao vestuário e calçado. Conheça 8 despesas mensais em que pode poupar só por trabalhar a partir de casa.
Teletrabalho

A pandemia da Covid-19 mudou as rotinas laborais dos portugueses, levando muitas as empresas a apostarem no teletrabalho como solução para manterem a atividade num cenário de confinamento obrigatório. A tendência, que já existia, foi assim acelerada, sendo unânime que chegou para ficar.

Para muitos, o teletrabalho significa maior qualidade de vida. Mas existem outros benefícios, inclusive financeiros, para as famílias. Conheça 7 despesas mensais em que pode poupar se estiver em regime de teletrabalho.

Como poupar em 7 despesas mensais

1. Transportes

Com as deslocações que se evitam com o teletrabalho, é possível poupar em combustível, passe e portagens. Nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, por exemplo, o passe mensal custa 30 euros ou 40 euros, consoante a opção pretendida. Esta pode ser uma poupança significativa todos os meses. Cada família pode poupar até 60 euros ou 80 euros.

2. Alimentação

Ao trabalhar em casa, poupa também nas despesas regulares em cafés e restaurantes. Se tiver o hábito de almoçar uma a duas vezes por semana nestes estabelecimentos comerciais, e imaginando que uma refeição custa, em média, oito euros, esta mudança pode representar uma poupança entre 32 euros a 64 euros por mês. Se este hábito era partilhado por um membro da sua família que também se encontre em teletrabalho, multiplique os valores por dois. 

3. Educação

Estando a trabalhar em casa, e com o tempo que poupam em deslocações de e para o trabalho, os pais passam mais tempo com os filhos. Podem, inclusive, ir buscá-los à escola mais cedo, evitando colocá-los em ATL ou centros de atividades. Além das mensalidades que, desta forma, ficariam sem efeito, as famílias podem poupar no transporte dos jovens para estes centros educativos, que muitas vezes representam uma despesa à parte.

Fazendo as contas, esta categoria pode representar uma poupança entre 160 euros e 200 euros por mês por filho, já incluindo a mensalidade do centro de atividades e o transporte. 

4. Vestuário e calçado

Em regime de teletrabalho não há necessidade de ter um grande guarda-roupa, o que permite poupar, também, nesta categoria. Dependendo dos gastos habituais da família, estimamos uma poupança na ordem dos 100 euros a 200 euros por mês.

5. Empregada doméstica

Ao passar mais tempo em casa pode prescindir deste serviço ou reduzir o número de horas que contrata. Se pagar oito euros por hora e estiver habituado a um serviço de três horas por semana, pode poupar até 96 euros por mês.

6. Supermercados

Com o tempo que poupa nos preparativos para ir para o trabalho e nas deslocações, é possível estar mais atento às promoções e comparar folhetos. Quem tem vários supermercados perto de casa  pode distribuir as compras por várias superfícies comerciais, consoante as promoções, e assim poupar vários euros por semana.

7. Habitação

Se algum dos membros do agregado familiar estiver em teletrabalho, e residir numa cidade grande, poderá tomar decisões que lhe permitem poupar dezenas a centenas de euros por mês, ao mesmo tempo que ganha qualidade de vida. A possibilidade de trabalhar em casa permite às famílias deslocarem-se, de modo permanente, para uma localidade com menos habitantes, no interior do país, locais onde as rendas são tradicionalmente mais baratas e o estilo de vida menos dispendioso. Conheça 10 cidades médias (e vilas) onde pode viver com qualidade de vida

Como rentabilizar o dinheiro poupado?

A poupança conseguida nas despesas mensais pode – e deve – ser aplicada num produto de aforro. Desta forma, aumentará ainda mais a sua poupança, para fazer face a um período mais complicado da vida ou garantir um pé-de-meia que o ajudará a cumprir sonhos: abrir um negócio, ajudar a custear a educação dos filhos ou preparar uma reforma mais descansada.

As modalidades mutualistas de poupança adequam-se às necessidades e momentos da vida, ajudando a concretizar objetivos, seus e da sua família.

Ler mais

Este artigo foi útil?

Lamentamos saber. Deixe-nos a sua sugestão de como melhorar?

Torne-se Associado

Saiba mais