Como trocar artigos sem talão de compra?

Quer trocar um artigo que comprou e não guardou o talão de compra? Pode tentar fazer a troca com algumas provas alternativas.
Artigo atualizado a 29-07-2021
talão de compras

Se recebeu um presente de que não gosta ou comprou algo que não era bem o que estava à espera, mas perdeu o talão de compra, respire fundo. Pode haver esperança para reaver o dinheiro que gastou ou trocar por outro bem que mais aprecie.

No entanto, não é certo que vá acontecer.

Se a compra foi feita numa loja física, saiba que estas só são obrigadas a trocar um bem com defeito. No entanto, caso a loja esteja disposta a efetuar a troca, reembolso ou conceder um vale por outro motivo, poderá fazê-lo, mas trata-se de uma cortesia comercial.

Como trocar, se não tenho talão?

Apesar de a lei não prever a obrigatoriedade de troca ou devolução nas compras feitas em lojas físicas, muitos estabelecimentos permitem que o faça. Aqui ficam alguns exemplos de como pode fazer esta troca:

  • Talão da transação

Na falta de talão de compra como meio de prova da aquisição, pode legitimar o ato por outros meios, nomeadamente apresentando o talão da transação (quem vem com o talão de compra), caso tenha pago com cartão de multibanco ou crédito.

Esse talão apresenta praticamente os mesmos dados que o talão da compra: tem o seu nome, a data, a hora e os dados do beneficiário do seu pagamento. Serve, portanto, para formalizar um processo de troca.

  • Talão Multibanco

Agora imagine que pagou com cartão de débito ou crédito, mas perdeu o talão da compra e o da transação. Pode ir a uma caixa Multibanco, para requisitar o talão com as transações feitas no período em causa. Este documento serve de prova, pois inclui o número do comerciante, o nome do consumidor, número do seu cartão multibanco e respetiva entidade emissora e o montante.

  • Número de contribuinte

Outra forma de trocar artigos sem talão de compra é indicando o seu número de contribuinte, caso o tenha fornecido quando fez a compra. Nessa situação, e se a loja o permitir, o funcionário pode aceder ao arquivo eletrónico das compras e verificar que a mesma foi realizada por si, através do seu número de contribuinte.

  • Cartão de cliente

Se fez a compra numa loja da qual tem cartão de cliente e apresentou-o no momento da compra, indique o número ao funcionário, para que possa aceder à sua ficha e comprovar a compra. Esta pode ser uma boa solução, para as situações em que paga com dinheiro.

Pagou com dinheiro?

Se pagar em dinheiro e não fornecer, no momento da compra, outro dado pessoal, como o número de contribuinte, é mais difícil provar o momento e o local da compra e, em consequência, exigir a troca ou a devolução do dinheiro. Mas vale sempre a pena tentar.

 5 dicas para ter sucesso nessa troca ou devolução

Como já foi referido, as lojas não são obrigadas a fazer a troca ou devolução do dinheiro de artigos sem defeitos, com ou sem talão de compra. No entanto, muitas permitem que o faça, desde que consiga convencê-las que está a ser sincero. Aqui ficam algumas dicas que ajudam:

1. Verifique a política de devolução da loja

Antes de fazer qualquer coisa, verifique a política de devolução da loja para ter uma noção do que o espera. A loja aceita trocas ou devoluções? Se sim, o que é preciso para o fazer.

2. Devolva o mais depressa possível

Com algumas exceções, obterá melhores resultados quanto mais rápido fizer a tentativa de devolução ou troca. Torna a tarefa de “rastrear” a compra sem talão de compra mais fácil para o funcionário.

3. Mantenha o item intacto

Ou seja, com etiquetas e dentro da embalagem original, de preferência. É importante para convencer a pessoa da loja que não o utilizou o bem em questão e depois o quis trocar.

4. Fique calmo

Não importa o quão frustrado está com a loja, mas raramente a culpa é do funcionário. É muito importante manter a calma e ser simpático, porque ajuda ter do outro lado alguém que esteja com vontade de colaborar consigo.

5. Traga outras evidências

Se tiver perdido tudo e pagou com cartão de crédito ou débito, leve consigo um talão do Multibanco que comprove a aquisição, tal como referido acima.

 

Compras online têm outras regras

Se a compra for feita à distância, o caso muda de figura. Nesta situação, tem até 14 dias, a partir do momento que recebeu a encomenda, para comunicar à loja online que quer trocar ou ser reembolsado.

 

Ler mais

Mais sobre

Consumo , Legislação

Este artigo foi útil?

Lamentamos saber. Deixe-nos a sua sugestão de como melhorar?(opcional)

Torne-se Associado

Saiba mais