< Voltar à página de Pais e Professores

Como pedir o abono de família pela internet

Reúne as condições para receber o abono de família para crianças e jovens? Saiba como pedir esta prestação social familiar sem sair de casa.

Para pedir o abono de família para crianças e jovens já não é necessário preencher papéis e fazer deslocações à Segurança Social. Esta prestação familiar pode ser requerida online, na Segurança Social Direta. Basta ter a respetiva senha de acesso. Ainda não tem a palavra-chave? Veja como receber a senha de acesso à Segurança Social Direta.

O serviço “Prestações Familiares + Simples” da Segurança Social Direta permite também consultar o processo de abono de família, bem como informação relacionada com pagamentos desta prestação, o último valor disponibilizado e os dados do titular e de quem recebe.

Na Segurança Social Direta é ainda possível pedir e consultar o abono de família pré-natal.

9 passos para pedir o abono de família pela internet

1. Para pedir o abono de família, comece por aceder à plataforma da Segurança Social Direta, aqui.

2. Introduza o seu Número de Identificação da Segurança Social (NISS) e a palavra-chave.

3. No menu, selecione a opção “Família” e depois escolha “Abono de família e pré-natal”.

4. Clique em “Pedir e consultar”.

5. Escolha a opção “Pedir novo abono de família”.

6. Pressione em “Adicionar criança/jovem” e introduza a informação pedida. Indique também se foi requerida ou atribuída uma prestação com o mesmo objetivo por outra instituição e o número de crianças ou jovens no agregado familiar com direito a abono de família noutra instituição.

7. Assinale se algum elemento do agregado familiar reside ou trabalha no estrangeiro.

8. Submeta os documentos comprovativos da composição do agregado familiar e dos rendimentos, clicando em “Carregar ficheiro”.

9. Por fim, clique em “Concluir pedido”.

Nota: Apenas os pais ou representantes legais que vivam com a criança ou o jovem podem pedir o abono de família.

O que saber antes de pedir o abono de família

Antes de pedir o abono de família convém perceber para que serve, quem tem direito e as condições de acesso. Para o ajudar, explicamos-lhe o essencial sobre esta prestação da Segurança Social.

O que é?

É um apoio em dinheiro, pago mensalmente, para ajudar as famílias no sustento e na educação de crianças e jovens.

Quem pode receber?

Para pedir o abono de família é necessário, no entanto, cumprir condições determinadas.  Assim, esta prestação destina-se apenas a crianças e jovens residentes em Portugal que tenham até 16 anos de idade. A partir desta idade, e até aos 24 anos, só recebem se estiverem a estudar ou forem portadores de deficiência com direito a prestações por deficiência, desde que não trabalhem. O abono de família pode ser atribuído durante mais três anos, ou seja, até aos 27 anos, no caso de jovens portadores de deficiência matriculados no ensino superior.

Quais as condições de atribuição?

A concessão do abono de família está dependente do rendimento do agregado familiar. O rendimento de referência da família não pode ser superior ao valor estabelecido para o 3.º escalão de rendimentos ou para o 4.º escalão de rendimentos (no caso de crianças com idade inferior a 36 meses ou que sejam considerados pessoas isoladas).

O agregado familiar também não pode possuir um património mobiliário (contas bancárias, ações, obrigações, entre outros investimentos) de valor superior a 240 vezes o Indexante dos Apoios Sociais (IAS), à data do pedido. Em 2019, esse valor corresponde a 104 582 euros.

Ler mais

Saiba mais sobre

Apoios do Estado , Família