< Voltar à página de Pais e Professores

Como o e-learning pode ajudar os estudantes

Para os estudantes que gostam de seguir o seu próprio ritmo e têm gosto por aprender temáticas novas, o e-learning pode ser a modalidade de ensino mais adequada.

O e-learning é uma modalidade de ensino ideal para os alunos que gostam de seguir o próprio ritmo e aprender coisas novas.

O que é o e-learning?

O e-learning refere-se a um curso, programa ou grau académico obtido totalmente online.  Permite uma aprendizagem ativa com recurso a materiais áudio, vídeos e outras ferramentas interativas.

É um processo pelo qual o aluno aprende através de conteúdos acessíveis no computador e/ou Internet e em que o professor, se existir, está à distância, utilizando a Internet como meio de comunicação (em simultâneo ou não) podendo existir sessões presenciais alternadas.

Trata-se de um método de ensino flexível. É permitido aos alunos estudar as lições virtuais em casa, na biblioteca ou até numa esplanada de jardim. Ou seja, existe liberdade para escolher o local que permita aprender a matéria com maior facilidade.

“O e-learning está para a sala de aula como o telemóvel está para a cabine telefónica”, compara o artigo “How e-learning works” (Como funciona o e-learning).

Como são disponibilizados os cursos de e-learning?

O suporte destes cursos é o Learning Management System (LMS). São aplicações criadas para funcionar como salas de aula virtuais no computador, tablet ou smartphone, possibilitando várias formas de interação entre os participantes. Os cursos pensados especialmente para os dispositivos móveis designam-se “m-learning” ou “mobile learning”.

Já ouviu falar em e-aluno e e-tutor?

São as duas partes do processo de aprendizagem à distância. O e-tutor disponibiliza os e-conteúdos (recursos didáticos dos cursos). É um facilitador da aprendizagem que tem como função ensinar, avaliar e aconselhar.

O e-tutor desempenha as seguintes tarefas:

  • Estrutura e desenvolve os cursos;
  • Acompanha o processo de aprendizagem;
  • Utiliza ferramentas de gestão de grupos;
  • Desenvolve questionários;
  • Modera debates;
  • Responde às questões colocadas pelos alunos;
  • Indica sites para pesquisa;
  • Realiza as avaliações.

e-aluno acede à informação através de uma password cedida pelo formador ou entidade formadora. Tem também um papel ativo como produtor de conhecimento. O e-aluno pode partilhar experiências, fornecer links de interesse para enriquecer o curso, interagindo online com outros estudantes e com o formador.

Como é realizada a avaliação?

Na maior parte dos casos, a avaliação no e-learning resulta das notas dos testes, da realização de tarefas e exercícios, da interação e participação nos fóruns. O estudante recebe feedback dos seus trabalhos num prazo definido (normalmente 24 ou 48 horas).

Quais são as vantagens do e-learning?

Flexibilidade na aprendizagem

Os cursos de e-learning têm uma estrutura modular que possibilita a adaptabilidade e flexibilidade da aprendizagem. Este sistema de ensino permite ir ao encontro das preferências individuais e respeita o ritmo de cada um. Alunos com maiores capacidades cognitivas podem avançar nas lições mais rapidamente. Aqueles que aprendem mais lentamente podem seguir o seu próprio ritmo, sem as frustrações resultantes da comparação com outros colegas.

Horários e locais de estudo à medida

Os conteúdos formativos estão sempre à disposição do aluno e podem ser consultados no horário e nos locais mais convenientes.

Economia de tempo e menores custos

O aluno não precisa de se deslocar todos os dias à instituição de ensino, o que permite otimizar a gestão do tempo. Os custos são mais reduzidos para os alunos e para as entidades que os suportam (alimentação, transportes, etc.).

Quais são as desvantagens do e-learning?

Ausência de contacto direto

Os críticos do e-learning consideram que a falta de contacto direto com os professores faz toda a diferença. No seu entender, as comunidades virtuais, chats e fóruns para debate dos conteúdos da formação não são suficientes para superar esta ausência.

Dificuldade de adaptação às ferramentas online

Se toda a informação não estiver bem organizada e se as ferramentas para navegar nos sites forem de difícil utilização, os alunos gastarão mais tempo a familiarizar-se com as tecnologias do que propriamente a aprender os conteúdos.

Esforço extra de motivação

O ensino à distância pode acarretar dificuldades acrescidas ao nível da motivação. Por esta razão, a vertente prática, que inclui exercícios e questionários, assume ainda maior importância. Neste ponto, é fundamental que exista um rápido feedback aos trabalhos do aluno, porque os atrasos a este nível poderão causar desmotivação.

O que é o b-learning?

Muitas formações possibilitam aos alunos agendar reuniões com os professores para esclarecimento de dúvidas num espaço físico. Este sistema, que inclui aulas presenciais no e-learning, denomina-se blended learning ou b-learning, que pode ser traduzido por formação combinada ou mista. Esta modalidade de aprendizagem semi-presencial resulta da tentativa de ultrapassar algumas limitações do e-learning relacionadas com a ausência de contacto direto.

Ler mais

Saiba mais sobre

Crianças e jovens , Educação

0

Comentários

Comentários

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.