< Voltar à página de Gestão diária

O seu LinkedIn desperta interesse aos empregadores?

Se tem um perfil no LinkedIn confira a check list que o Ei preparou para si e fique a saber se sabe aproveitar esta rede para melhorar a sua vida profissional.

Já criou um perfil no LinkedIn e considera que domina as regras de utilização desta rede profissional de contactos? Ponha à prova os seus conhecimentos e descubra se tira verdadeiramente o maior partido possível do LinkedIn na sua vida profissional.

Tem um “título” profissional no seu perfil do LinkedIn?

O seu título profissional pode indicar o seu trabalho atual (por exemplo, assistente de Marketing), o seu objetivo profissional (estudante de Engenharia focado em R&D de dispositivos médicos), ou o atual setor profissional (Engenharia, Comunicação Institucional/Estratégica, Relações Públicas…).

Tem fotografia?

Assegure-se que tem um vestuário e uma postura profissional na fotografia que tem no perfil. Desse modo, aumentará em mais de 10 vezes a probabilidade de as empresas recrutadoras clicarem no seu nome.

Disponibiliza os seus contactos?

As suas informações de contacto podem incluir o e-mail profissional e/ou pessoal, um link para um site ou blog ou para uma conta no Twitter, caso seja uma plataforma onde partilhe informações profissionais.

Tem um sumário profissional?

Pense no seu resumo como um breve anúncio sobre si próprio. E assegure-se que inclui palavras-chave do seu setor, que possam conduzir eventuais empregadores ou novos contactos ao seu perfil.

Adicionou secções?

Quando estiver a editar o seu perfil lembre-se de adicionar secções como Cursos, Quadros de Honra, Línguas, Projetos de Voluntariado em que tenha participado, entre outros.

Destacou competências e áreas de especialização?

Referir competências e áreas de especialização só valorizará o seu perfil aos olhos de potenciais recrutadores.

Inseriu links no seu perfil?

A indicação de links permite-lhe, nomeadamente, partilhar uma apresentação em Power Point relacionada com o seu setor de atividade ou interesse, partilhar um vídeo ou remeter para algum site que esteja ligado ao seu trabalho ou projeto académico.

Envia convites personalizados?

Sempre que convidar alguém para fazer parte da sua lista de contactos deve enviar uma mensagem personalizada. Aliás, o ideal é mesmo descartar os textos padrão que existem no LinkedIn. Pense que a pessoa que quer adicionar à sua rede dará valor aos minutos que tiver despendido a escrever um convite especialmente concebido para ela.

É ativo?

Partilhe novidades, sugira links de artigos e de outros conteúdos que considere relevantes. De acordo com Sabrina Woods, LinkedIn trainer e especialista em orientação de carreira, partilhar “updates” é “a forma perfeita de divulgar novas conquistas, partilhar informação sobre o setor ou promover um excelente post de um blog”.

Pediu recomendações?

As recomendações de anteriores chefias, colegas de trabalho e outras pessoas relevantes que o conheçam bem, como professores de Mestrado ou Doutoramento, por exemplo, serão sempre uma mais-valia.

Quando pedir recomendações, seja específico e indique os aspetos que gostaria que a outra pessoa destacasse a seu favor.

Ler mais

Saiba mais sobre

Emprego

0

Comentários

Comentários

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.