< Voltar à página de Pais e Professores

Dia do Trabalhador: responda às dúvidas do seu filho

Como explicar aos mais novos a história do Dia do Trabalhador e a sua importância? Neste artigo encontra a ajuda de que precisa.

O que é o Dia do Trabalhador?

O Dia do Trabalhador está associado à luta dos trabalhadores de todo o mundo pelos seus direitos laborais. Nesta data especial é prestada homenagem a todas as pessoas que trabalham.

Quais as suas origens?

As origens do Dia do Trabalhador remontam a 1 de maio de 1886, quando 500 000 trabalhadores se manifestaram nas ruas de Chicago, nos Estados Unidos. Nesse mesmo dia realizou-se uma greve geral naquele país. O motivo? Os trabalhadores reivindicavam melhores condições de trabalho, nomeadamente uma jornada de oito horas de trabalho diárias, contra as treze horas vigentes. É por isso que se trabalha oito horas por dia

A manifestação de Chicago, a 1 de maio de 1886, terminou com o registo de pelo menos dez mortos e vários feridos na sequência da intervenção policial. Poucos dias depois desta manifestação, os operários voltaram às ruas para novos protestos. E, como consequência da repressão policial, vários manifestantes foram mortos e outros foram presos.

Em 1884, a Federação Americana do Trabalho tinha exigido que a jornada de oito horas diárias entrasse em vigor a 1 de maio de 1886. E decidiu também realizar uma greve geral nessa data. Mas a reivindicação pela jornada de oito horas já vinha de trás. A Federação Americana do Trabalho e a Primeira Internacional Socialista já reivindicavam este direito desde 1866. 

Quem foi a Primeira Internacional?

Fundada em 1864, em Londres, a Primeira Internacional Socialista resultou do desejo de sindicatos e ativistas de vários países no sentido de fundar uma organização internacional a favor da luta dos trabalhadores por melhores condições de trabalho.

Na década de 1880, as greves de operários americanos contra as condições de trabalho negligentes e perigosas e os baixos salários eram cada vez mais comuns.

Três anos depois das manifestações de Chicago, a Segunda Internacional (posterior Internacional Operária e Socialista), reunida em Paris no seu congresso fundador, proclamou o 1.º de maio como o Dia Internacional dos Trabalhadores, dia de luto e de luta, em homenagem aos “mártires de Chicago”. Decorria o dia 14 de julho de 1889, altura em que se comemorava o primeiro centenário da Revolução Francesa.

Quem foi a Segunda Internacional?

Foi uma organização de partidos socialistas e trabalhistas criada no Congresso Internacional de Paris. Tal como a Primeira Internacional, orientou-se pelo espírito marxista até ao início do século XX e teve como principal referência o Partido Social-Democrata alemão.

Quando se comemorou pela primeira vez?

O Dia do Trabalhador comemorou-se a nível internacional pela primeira vez em 1890. Foi nessa data que os trabalhadores americanos conquistaram as oito horas de trabalho diárias

A jornada das oito horas diárias e o descanso ao domingo para os funcionários públicos, tal como para as atividades comerciais e industriais, só foram conquistados e consagrados na Lei portuguesa em 1919. Em França foram consagrados em abril de 1919, quando o Senado francês ratificou o 1.º de maio como feriado.

No século XX, este feriado recebeu o apoio oficial da União Soviética, passando a ser comemorado como Dia da Solidariedade Internacional entre os Trabalhadores, sobretudo nos estados comunistas.

É comemorado no mesmo dia em todo o mundo?

A maioria dos países celebra o Dia do Trabalhador a 1 de maio, como acontece em Portugal. Mas existem exceções em quase todos os continentes.

Nos Estados Unidos, este dia, que também é feriado nacional, assinala-se sempre na primeira segunda-feira de setembro. Neste país é conhecido como o “Labour Day”. A opção por uma data diferente do 1.º de maio visou evitar comemorações no mesmo dia em que ocorreram os tumultos de 1886. E, posteriormente, a adoção do Dia do Trabalhador pelos comunistas e socialistas tornou-se uma razão adicional para os EUA evitarem celebrações no 1.º de maio.

No Reino Unido e na Irlanda o Dia do Trabalhador não é fixo. É observado na primeira segunda-feira de maio.

No continente asiático, no Japão, o Dia do Trabalhador é assinalado a 23 de novembro.

Como é assinalada esta data?

Em Portugal, e também no resto do mundo, esta data é assinalada por manifestações, comícios das centrais sindicais e protestos. Muitas vezes estas ações acabam em confrontos com as forças policiais, nomeadamente em países como a Turquia, Filipinas, Colômbia ou Indonésia. 

Em que países é comemorado?

O Dia do Trabalhador é assinalado um pouco por todo o mundo, em cerca de oitenta países. Veja aqui a lista completa.

Curiosidades sobre o Dia do Trabalhador

O Dia do Trabalhador foi decretado feriado oficial na Alemanha em 1933, depois de o Partido Nazi ter chegado ao poder, com o objetivo de simbolizar a fundação de uma nova unidade entre o Estado e as classes trabalhadoras alemãs. Ironicamente, pouco tempo depois as associações livres foram proibidas e todas as comemorações passaram a ser organizadas pelo governo. No entanto, mesmo antes do aval oficial do Estado alemão, os trabalhadores celebraram esta data durante décadas.

No Japão, o Dia do Trabalhador é chamado de “Dia de Ação de Graças pelo Trabalho”.

O 1.º de maio também era um feriado pagão em muitas regiões da Europa, associado às festas de Beltane. Trata-se de um festival celta no âmbito das comemorações da festa da primavera, com foco especial na fertilidade e na terra, ainda hoje assinalado.

Também na Roma antiga a chegada da primavera e a fertilidade celebravam-se no 1.º de maio, associadas a festividades em honra de Flora, a deusa das flores, que decorriam entre 28 de abril e 3 de maio.

Ler mais

Saiba mais sobre

Emprego

0

Comentários

Comentários

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.