Pensões em 2022: quem é aumentado e em quanto

Todos os pensionistas serão aumentados em 2022 por via da chamada atualização regular. Saiba quanto vai passar a ganhar a mais.
Artigo atualizado a 03-12-2021
pensões em 2022

Em 2022, haverá uma atualização de todas as pensões, com diferentes taxas consoante os escalões. Trata-se da atualização regular das pensões, que habitualmente acontece em janeiro.

Atualizações das pensões em 2022

Atualização regular

A atualização regular das pensões, prevista na lei, depende de dois fatores económicos: crescimento nominal do Produto Interno Bruto (PIB) nos dois últimos anos e valor da inflação média, exceto habitação, do último ano (registada em novembro).

A mesma lei define as fórmulas desta atualização, que estão expressa na tabela abaixo.

EscalõesCrescimento do PIB
Inferior a 2%Entre 2% a 3%Superior a 3%
Inferior a dois IASInflaçãoInflação + 20% do PIB (mínimo inflação + 0,5 pontos percentuais)Inflação + 20% do PIB
Entre dois e seis IASInflação - 0,5 pontos percentuaisInflaçãoInflação + 12,5% do PIB
Superior a seis IASInflação - 0,75 pontos percentuaisInflação - 0,25 pontos percentuaisInflação

 

Em 2022

Como o crescimento nominal do PIB nos dois últimos anos foi inferior a 2% (devido à queda acentuada do PIB em 2020), a atualização regular das pensões em 2022 será efetuada com base no valor da inflação média (sem habitação) do último ano registada em novembro.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), em novembro, a variação média da inflação dos últimos 12 meses, retirando os preços da habitação, situou-se em 0,99%. Esta é, no entanto, uma estimativa rápida. O valor final será divulgado no dia 14 de dezembro.

Assumindo o valor da inflação dos últimos 12 meses agora divulgado, arredondado à primeira casa decimal, ou seja, 1%, as pensões terão as seguintes atualizações em 2022:

  • Até 886,40 euros

As pensões até duas vezes o valor do Indexante dos Apoios Sociais (IAS), correspondente a 886,40 euros em 2022, serão atualizadas ao valor da inflação média (sem habitação) do último ano registada em novembro. Ou seja, a atualização regular será de 1%.

  • Entre 886,40 e 2 659,19 euros

Para as pensões entre duas e seis vezes o valor do IAS, ou seja, de 886,40 a 2 659,19 euros em 2022, a atualização regular corresponderá ao valor da inflação deduzido de 0,5 pontos percentuais. Isto é, será de 0,49%.

  • Acima de 2 659 euros

No que diz respeito às pensões superiores a seis vezes o valor do IAS, 2 659 euros em 2022, haverá uma atualização correspondente ao valor da inflação deduzido de 0,75 pontos percentuais. Deste modo, a atualização regular será assim 0,24%.

 

Atualização extraordinária

Para além da atualização regular, a proposta de Orçamento do Estado (OE) para 2022 contemplava uma atualização extraordinária das pensões mais baixas, no valor de 10 euros. Porém, com o chumbo do diploma, a sua aplicação ficou sem efeito. É expectável que a medida seja incluída na próxima proposta de OE para 2022, eventualmente com retroativos a janeiro.

Ler mais

Mais sobre

Reforma , Segurança Social

Este artigo foi útil?

Lamentamos saber. Deixe-nos a sua sugestão de como melhorar?(opcional)

Torne-se Associado

Saiba mais