< Voltar à página de Pais e Professores

7 ideias para ocupar os filhos nas férias escolares de verão

As férias escolares de verão estão quase a começar. E agora, como ocupar os filhos? Faltam-lhe ideias? Leia este artigo.

As férias escolares de verão, as chamadas férias grandes, são as mais desejadas pelos alunos. Mas para os pais que continuam ocupados a trabalhar podem ser uma verdadeira dor de cabeça – sobretudo para aqueles que não contam com o apoio de familiares para tomarem conta dos seus filhos, nem têm uma grande disponibilidade financeira. O Ei fez um apanhado de algumas propostas de atividades para o ajudar a preencher os três meses de pausa letiva dos mais novos lá de casa.

Férias escolares de verão são sinónimo de bom tempo, dias quentes e soalheiros, passeios, descanso e diversão com amigos e familiares. E não só. Também podem ser um tempo de aprendizagem, descoberta e desenvolvimento de competências. De norte a sul do país, existem inúmeras atividades para ocupar os tempos livres das crianças e dos adolescentes.

Soluções para preencher as férias escolares de verão

1. Ocupação de Tempos Livres

O programa Ocupação de Tempos Livres (OTL), na modalidade de curta duração (cinco a dez dias), foi criado a pensar nos adolescentes: dos 12 aos 17 anos. Através da participação em projetos de interesse para a comunidade, estes jovens podem desenvolver as suas capacidades e competências pessoais e sociais e adquirir conhecimentos num contexto de aprendizagem não-formal (diferente do da escola). No final do projeto, é entregue um certificado de participação.

Os projetos desenvolvem-se em sete áreas: desporto; ambiente e proteção civil; saúde; combate à exclusão social; apoio a idosos; direitos dos animais; e cultura. E realizam-se de 12 de junho a 15 de setembro.

A inscrição é gratuita e pode ser realizada diretamente na plataforma informática, até cinco dias úteis antes do início de cada projeto. A seleção dos jovens é feita pela ordem de inscrição e está a cargo das Direções Regionais do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

2. Férias em Movimento

Outra opção para ocupar os filhos nas férias escolares de verão é o programa “Férias em Movimento”. Destina-se a jovens entre os 10 e os 17 anos que queiram preencher os seus tempos livres com atividades de campos de férias (residenciais ou não residenciais).

Os campos de férias decorrem em todas as regiões do país, de 11 de junho a 14 de setembro, e incluem atividades tão diversas como desporto, ambiente, saúde, cultura e atividades lúdicas.

A inscrição é realizada no site do programa “Férias em Movimento”. Aqui, é possível encontrar todos os campos de férias disponíveis (por região). As vagas são limitadas, sendo preenchidas por ordem de inscrição.

Os custos de inscrição variam de campo para campo. Para os campos não residenciais, o preço máximo é de cinco euros por dia. No caso dos campos residenciais, o valor máximo a pagar é de 15 euros por dia.

3. Férias com Ciência

No programa “Férias com Ciência” do Pavilhão do Conhecimento, as crianças com idades entre os cinco e os 12 anos podem ser quem quiserem: cientista, matemático, cozinheiro, jornalista, fotógrafo, biólogo, astronauta ou paleontólogo.

As atividades decorrem de 25 de junho a 14 de setembro, entre as 9h00 e as 18h00. O programa inclui atividades diferentes ao longo de duas semanas, repetindo-se de 15 em 15 dias. Nestas férias escolares de verão, os mais novos terão oportunidade de andar de slide ou fazer escalada; criar e programar circuitos de papel; provar vários ingredientes na “Cozinha é um Laboratório”; ou desvendar os segredos da robótica, entre outras experiências.

As inscrições podem ser efetuadas por telefone (21 891 71 04) ou e-mail (reservas@pavconhecimento.pt). Um dia custa (40 euros), quatro dias (140 euros) e cinco dias (160 euros). O preço inclui almoço e lanche.

4. Férias Debaixo de Água

Férias escolares de verão cheias de aventuras no meio das ilhas do Atlântico. Esta é a proposta do programa ”Férias Debaixo de Água” do Oceanário de Lisboa. Este programa está adaptado a diferentes faixas etárias – dos quatro aos 12 anos – e inclui dez dias temáticos divididos em duas semanas. Observação de animais, artes plásticas, drama e investigação são algumas das atividades que revelam os mistérios dos oceanos e sensibilizam os mais novos para conservação da natureza.

As atividades decorrem das 8h30 às 18h30. Mas existe a possibilidade de “dormir com os tubarões” (à sexta-feira). Para participar, basta ter mais de seis anos de idade.

Os preços variam consoante o pacote: 40 euros (um dia); 150 euros (quatro dias) e 180 euros (cinco dias). Estes valores incluem entradas nas exposições do Oceanário, atividades, materiais, almoço, lanche e seguro.

5. ATL do Zoo

Todos os anos, nas férias escolares de verão, o Jardim Zoológico, parceiro da Associação Mutualista Montepio (AMM), desenvolve um campo de férias verdadeiramente selvagem. O “ATL do Zoo” dá a crianças e jovens dos seis aos 16 anos a oportunidade de investigar os mistérios do reino animal de uma forma divertida e de se transformarem em “embaixadores da natureza”.

As atividades incluem encontros com tratadores, treinadores e outros técnicos do Zoo e percursos temáticos para conhecer melhor e mais de perto os vários grupos de animais.

As inscrições são realizadas no site do Zoo. Um dia no “ATL do Zoo” custa 43 euros. Para períodos de quatro ou cinco dias, os preços rondam os 154 euros e 190 euros, respetivamente. Estes valores incluem entrada no parque, programa educativo e de animação, acompanhamento técnico permanente, alimentação (almoço e lanche), material necessário às diversas atividades, acesso a espaços, eventos e equipamentos previstos em cada programa, reportagem fotográfica do programa em plataforma online, e seguro de acidentes pessoais. Existem condições especiais para os associados da AMM.

6. Campos de férias científicos

A Science4you, parceiro da AMM, propõe mais uma forma de entreter os mais novos este verão: campos de férias científicos. A iniciativa decorre em Lisboa, no Parque das Nações, e no Porto, na Pousada da Juventude do Porto, entre 18 de junho e 7 de setembro.

A empresa portuguesa conhecida pelos seus brinquedos educativos e científicos promete tornar as crianças entre os seis e os 13 anos em verdadeiros cientistas.

Existe a possibilidade de uma inscrição diária ou em alguns dias. O preço por um dia é de 37 euros e por uma semana é de 175 euros. Estão incluídos os lanches de manhã e de tarde, o almoço, o seguro e ainda uma mochila, uma caneta, uma capa e um boné da Science4you. Os associados da AMM e os familiares beneficiam de 15% de desconto nestes campos de férias.

7. Campos de férias temáticos

No Diverlanhoso, o maior parque de aventuras da Península Ibérica, as crianças e os adolescentes com idades entre os seis e os 18 anos podem participar em quatro campos de férias temáticos: Survival, Militar, Diver e Cultural. Qualquer que seja o campo escolhido, a aventura está garantida. Este parque, parceiro da AMM, conta com mais de 50 atividades, casas de montanha, restaurante panorâmino, piscina, sala multiusos, zona de acantonamento, entre outros. Tudo em perfeita harmonia com a natureza.

Há duas opções de inscrições: sete dias (310 euros) ou 14 dias (560 euros). Para os associados da AMM, existem preços mais reduzidos.

Ler mais

Saiba mais sobre

Crianças e jovens , Férias

0

Comentários

Comentários

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.