6 fatores para escolher uma creche para o seu filho

Esta à procura de uma creche para o seu filho? Conheça algumas dicas relevantes para ajudar neste processo.

Existem vários fatores a considerar no processo de escolher a creche certa para o seu filho. Em primeiro lugar, é importante definir prioridades (qual a melhor localização ou quanto poderão pagar pela mensalidade) e identificar quais as creches na zona que ao encontro dessas necessidades.

creche

A creche é um espaço onde os pais podem deixar as crianças, até aos três anos, durante o período em que estão a trabalhar. De acordo com a legislação, os objetivos da creche visam facilitar a conciliação entre a vida familiar e profissional do agregado, cuidar da criança, assegurar atendimento individual e personalizado em função das necessidades, prevenir e despistar precocemente qualquer inadaptação, deficiência ou situação de risco, proporcionar condições para o desenvolvimento da criança, num ambiente seguro e, por fim, promover a articulação com outros serviços existentes na comunidade.

Fatores importantes na escolha da creche

1. Localização ou transportes

É um dos fatores que mais pesa na decisão de escolha. Consoante as necessidades da família, pode optar por uma creche perto de casa ou do local de trabalho. Em alternativa, algumas disponibilizam transporte para ir buscar e levar as crianças a casa. Descubra se é o caso e qual o valor extra que terá de pagar por esse serviço.

2. Preço da mensalidade

O preço a pagar varia consoante a natureza da creche. De uma forma geral, os pais têm três hipóteses: creches públicas – que são gratuitas, IPSS (Instituições Privadas de Solidariedade Social) – creches privadas, mas cuja mensalidade está indexada aos rendimentos dos pais. Por último, pode optar por uma creche privada, em que o valor da mensalidade é definido pela escola. Seja qual for o regime, é importante que saiba o que está incluído na mensalidade. Por exemplo, caso se trate de um bebé que ainda use fraldas, os pais têm de as comprar? É preciso levar lanche e almoço? Ou estes itens já estão incluídos na mensalidade.

3. Horário de funcionamento

Quando estiver a analisar as diferentes creches, informe-se sobre o horário normal de funcionamento. Em alguns casos, o horário de encerramento da creche não é compatível com o horário de trabalho dos pais. Quase todas as instituições disponibilizam prolongamento do horário, porém, na maior parte dos casos, é um serviço pago à parte da mensalidade.

4. Espaço interior e exterior

Visitar as instalações é um passo essencial no processo da escolha. A organização do espaço, a luminosidade, os brinquedos disponíveis, a higiene e as instalações sanitárias são alguns fatores que não os pais não devem descurar. Certifique-se, também, do número de crianças por sala. À luz da legislação, cada grupo não pode ter mais do que:

  • 10 crianças até à aquisição da marcha;
  • 14 crianças entre a aquisição da marcha e os 24 meses;
  • 18 crianças entre os 24 e os 36 meses.

Se a criança for para o berçário (onde fica até à aquisição da marcha), assegure-se que as instalações têm: sala de berços para repouso, sala-parque para atividades quando estão acordados, com brinquedos adequados e seguros, copa de leites com armários, esterilizador de biberões, frigorífico, fogão elétrico e zona de lavagem. É ainda obrigatório ter zona de higienização das crianças com muda fraldas, banheira, armário, recipiente hermético para fraldas sujas e espaço para arrumar produtos de higiene. Privilegie a existência de espaço exterior para as crianças.

5. Atividades

É importante conhecer as rotinas da creche, como os horários de refeição, da sesta ou dos rituais de higiene. Além disso, deve informar-se sobre a dinâmica de atividades da sala. Quanto tempo têm para atividades acompanhadas, como por exemplo: trabalhos manuais, contar histórias, fazer jogos, assim como para as atividades livres.

 6. Alimentação

As refeições são servidas pela creche ou é necessário trazer de casa? Algumas instituições incluem o custo da alimentação na mensalidade, noutras este valor pode ser pago à parte ou os pais podem trazer o almoço preparado de casa. Se a refeição for realizada pela creche, é importante questionar como é composto o menu e quem confeciona as refeições.

Três passos essenciais:

  1. Recolher opiniões. Se tem algumas creches em vista, nada melhor do que perguntar a outros pais, amigos e conhecidos, a sua opinião sobre o estabelecimento.
  2. Inscrever o quanto antes. O número de crianças por sala é reduzido, por isso, as vagas podem acabar rapidamente. Em alguns casos, pode fazer sentido inscrever a criança na creche antes de nascer. Para garantir que entra em alguma creche, pode inscrever a criança em várias instituições.
  3. Marcar entrevista. Se a criança for aceite numa creche, marque entrevista com a educadora. É fundamental conhecer o espaço por dentro, colocar todas as questões que considerar necessárias e conversar um pouco sobre a personalidade do seu filho.
Ler mais

Saiba mais sobre

Educação , Orçamento familiar

0

Comentários

Comentários

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.