Como ter uma imagem profissional à prova de erros

Quer tenha entrado recentemente num emprego novo ou já esteja há algum tempo na mesma empresa, existem cuidados com a sua imagem que não deve descuidar. Descubra 11 erros a evitar.

A maioria das pessoas passa mais horas no local de trabalho do que com familiares e amigos. Por isso, a sua imagem profissional deve estar adaptada à realidade laboral, “tendo em conta o seu estilo de vida, idade, características físicas, cargo e ocasião”. É uma das recomendações do livro “Imagem Profissional – Guia de Estilo”, de Rita Carvalho, consultora de Comunicação e Imagem.

imagem profissional

No “Guia prático para homens e mulheres, dos 20 aos 66 anos”, a autora sublinha que, na hora de escolher o que vestir para o trabalho, deve ter em conta quatro fatores: tipo de corpo, idade, contexto e profissão.

Imagem profissional: 11 erros que deve evitar

1. Vista-se de acordo com o seu tipo de corpo.

“Não copie o que viu em outra pessoa, se tal não for o mais apropriado para si”, indica o livro “Imagem Profissional – Guia de Estilo“. Aprenda truques que ajudam a disfarçar as zonas mais problemáticas.

2. Respeite o ambiente e contexto profissional.

Se trabalha num contexto mais conservador não deve usar “padrões animais mais vistosos, estampados de grande dimensão ou cores mais vivas, o que inclui gravatas com motivos de animais ou bonecos”.

3. Evite usar mais de três cores ao mesmo tempo.

Tons berrantes e estampados de grande dimensão também são de evitar no local de trabalho. Prefira tons e padrões mais discretos para a sua imagem profissional.

4. Não use roupa demasiado justa ou larga.

Certifique-se que a sua roupa tem o tamanho certo. “É muito importante para manter um estilo impecável e sentir-se bem”, recomenda o livro “Imagem Profissional – Guia de Estilo”.

5. Cuidado com o comprimento das bainhas.

“O comprimento correto da bainha das calças é fundamental para não mostrar demasiado as pernas ou as meias quando se senta, ou não tropeçar enquanto caminha”, indica o guia. O comprimento ideal deve permitir que as calças fiquem direitas em baixo, sem amachucarem e sem excesso de tecido junto aos sapatos. Mas as calças também não devem tocar no chão.

6. Não use roupa demasiado curta.

Deixe os tops que mostram a barriga para os fins de semana, mesmo que esteja em excelente forma física. Calças curtas e cinturas muito descaídas também não são indicadas para o local de trabalho, por deixarem o corpo mais exposto e, por vezes, a própria roupa interior.

7. Evite misturar muitos acessórios, padrões, texturas e brilhos.

Não queira parecer uma “árvore de Natal” nem passar a ideia de que vai para uma festa depois do trabalho. “Utilize bijuteria com moderação. Não deve usar peças muito volumosas, brilhantes ou muito extravagantes, a não ser que trabalhe numa indústria criativa”. No mesmo sentido, não misture colares, pulseiras, brincos nem anéis de grande dimensão.

8. Mantenha a sua lingerie invisível.

“A roupa interior deve ser mantida na esfera íntima”, sublinha Rita Carvalho no seu livro. Por isso, não use cores vivas nem muitos detalhes, se a roupa interior deixar passar essa informação. Em suma, escolha peças que não se notem debaixo da roupa. Opte por modelos com cortes a laser e sem costuras para a parte inferior do corpo.

9. Cuidado com os decotes e transparências.

Não queira destacar-se pelas razões erradas. Evite os decotes demasiado reveladores, assim como as transparências. Os tops caicai também não são apropriados. Prefira blusas de alças grossas que tapem os ombros.

10. Tenha atenção ao cabelo e à maquilhagem.

“O cabelo ou a maquilhagem são fundamentais, porque as pessoas vão reparar sempre no seu rosto”, indica Rita Carvalho. A autora chama a atenção para o efeito negativo quando se fala com alguém despenteado, com caspa nos ombros ou com o cabelo sujo, por exemplo. De igual modo, um rosto com manchas, olheiras e marcas revela cansaço e transmite um “ar desmazelado”. E pode passar a ideia de “uma baixa autoestima e confiança”.

11. Não esqueça as suas mãos e unhas.

Tenha presente que “unhas arranjadas e limpas são muito importantes para transmitir uma imagem cuidada”. Evite as unhas demasiado compridas e com várias decorações.

Um pouco sobre Rita Carvalho

Licenciada em Relações Públicas e Publicidade pelo Instituto Superior Novas Profissões, Rita Carvalho é consultora de Comunicação e Imagem. A autora tem uma pós-graduação em Comunicação e Gestão das Organizações e o curso de Imagem Pessoal e Profissional da Blossom Image Consulting.

Ler mais

Saiba mais sobre

Emprego , Procurar emprego

0

Comentários

Comentários

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.