Caderneta predial: Para que serve (e como obter)

Pretende vender a sua casa, pedir crédito à habitação ou saber se está a pagar mais IMI do que devia? Em qualquer dos casos, vai precisar da caderneta predial. Saiba mais sobre este documento.

A caderneta predial é uma espécie de Bilhete de Identidade de um imóvel. Este documento contém todas as informações relevantes do ponto de vista fiscal, incluindo as características do imóvel, a sua localização, o proprietário e o valor patrimonial tributário (VPT), entre outros elementos. O seu preenchimento compete à repartição de Finanças da freguesia onde se situa o imóvel. Saiba mais sobre este documento.

A caderneta predial é um documento essencial para comprar ou vender uma casa. Serve ainda para calcular impostos, como o IMI e o IMT.

Caderneta predial

Para que serve?

Casa

A caderneta predial é um documento essencial no processo de transação de um imóvel, nomeadamente na celebração do contrato-promessa de compra e venda e na escritura. Também pode ser necessária para pedir um empréstimo à habitação, obter o certificado energético da casa ou celebrar contratos de água ou luz.

Impostos

A informação que consta na caderneta predial – nomeadamente o VPT – serve ainda para calcular alguns impostos, como o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e o Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT).

Desconfia que está a pagar IMI a mais? A caderneta predial pode ajudá-lo a descobrir a resposta. A cobrança excessiva de IMI poderá dever-se à desatualização do VPT. Para saber se é esse o caso, deve simular o VPT, utilizando os dados do imóvel que constam na caderneta predial (ver fórmula de cálculo do VPT). Se o resultado da simulação for mais baixo, significa que vale a pena pedir a reavaliação do VPT às Finanças. Só tem de preencher o Modelo 1 do IMI.

Em síntese

A caderneta predial é necessária para:

  • Comprovar a situação fiscal e matricial de um imóvel;
  • Fornecer informações sobre o prédio e/ou fração e respetivos proprietários;
  • Fazer um registo na Conservatória do Registo Predial;
  • Vender ou comprar casa;
  • Calcular o IMI;
  • Reavaliar o VPT;
  • Celebrar contratos de água e luz;
  • Obter certificado energético;
  • Pedir crédito à habitação.

Que informação contém?

Imaginando o caso de um proprietário de um apartamento, na respetiva caderneta predial é possível encontrar as seguintes informações:

  • Identificação do prédio (distrito, concelho, freguesia e artigo matricial);
  • Localização (morada);
  • Confrontações (norte, sul, nascente, poente);
  • Descrição do prédio (tipo de prédio, em regime de propriedade horizontal, por exemplo);
  • Áreas do prédio (área total do terreno e área de implantação, entre outras);
  • Fração autónoma (indicação do andar ou da letra correspondente);Localização da fração;
  • Elementos da fração (afetação ou fim a que se destina, por exemplo, habitação; tipologia ou número de divisões, T3, por exemplo; permilagem; e número de andares da fração);
  • Áreas da fração (área bruta privativa e área bruta dependente);
  • Dados de avaliação do imóvel (ano de inscrição na matriz, VPT atual da fração e a respetiva data de atribuição e fórmula de cálculo do VPT);
  • Titulares (identificação fiscal, nome e morada).

Como obter a caderneta predial?

A caderneta predial pode ser pedida aos balcões da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT). Mas, neste caso, o documento é pago. Em alternativa, pode ser obtida gratuitamente e de forma imediata no Portal das Finanças. Só é necessário ter uma senha de acesso (a mesma que é utilizada para entregar o IRS ou consultar a nota de cobrança do IMI, por exemplo). O documento tem uma validade de 12 meses.

Nota: A caderneta predial emitida pela Internet tem o mesmo valor probatório que as emitidas pelas repartições de Finanças.

Para consultar a sua caderneta predial online siga os seguintes passos:

  1. Aceda ao Portal das Finanças, em www.portaldasfinancas.gov.pt;
  2. Clique em Serviços tributários e seguidamente em Cidadãos, Consultar, Imóveis e Património predial;
  3. Faça a autenticação, inserindo o Número de Identificação Fiscal (NIF) e a senha de acesso ao Portal das Finanças. Depois de clicar no botão “Entrar”, é apresentada uma lista atualizada com o seu património predial. São indicados dados relativos à freguesia, artigo, ano de inscrição matricial, valor inicial e valor atual de cada prédio;
  4. Selecione a caderneta predial do imóvel pretendido. De seguida, abrir-se-á uma janela com o documento. Pode guardá-lo em formato PDF ou imprimir.

 

Ler mais

Saiba mais sobre

Casa , Impostos

0

Comentários

Comentários

Os comentários podem ser editados por questões de clareza e para permitir respostas mais gerais.